sábado, 11 de abril de 2009

SILAS CORREA LEITE


Poema Para Nara Leão
In Memoriam
Para Everi Carrara
A voz de Nara Leão
O rosto de Nara Leão
A artista que cantava como se dedilhando
O encordoamento vocal

O repertório de Nara Leão
O tom o timbre – a música
A voz que sabia a perfeição do canto
Portentosa jóia rara

A ternura de Nara Leão
Como se lavasse lágrimas
Pondo-as em teclas de um piano íntimo
Soando estrelamentos-blues

...............................................

O silêncio de Nara Leão

Ainda evoca saudades

Como um símbolo de repertório e interpretação

Magnificamente Estrela!

-Silas Correa LeiteE-mail: poesilas@terra.com.br
Blogue: www.portas-lapsos.zip.net

Um comentário:

Talma disse...

Saudades de Nara...
iluminada Nara...
Everi amigo
mais que merecida
a homenagem!