quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

WALLY SALOMÃO


WALLY SALOMÃO
Meu grande amigo
desconfiado e estridente
eu sempre tive comigo
que eras na verdade
delicado e inocente

findaste o teu desenho
e a tua marca sobre a terra resplandece
resplandece nítida e real
entre livros e os tambores do vigário geral
e o brilho não é pequeno

eu sigo aqui e sempre em frente
deixando minha errática marca de serpente
sem asas e sem veneno
sem plumas e sem raiva
suficiente
enviado por Talma Macedo

2 comentários:

Deh disse...

Tia, suas palavras nos emocionam!!!
Você é demais!!!!

Talma disse...

Deh minha querida,
bom te ver aqui no Telescopio,
essas palavras são mesmo lindas , não não por mérito meu.
Agradeça a Caetano, eu só as busquei para coloca-las aqui, por estar com muita saudade do Wally...