terça-feira, 3 de agosto de 2010

TELA DE RUBENS


A tela em questão retrata o massacre de recém nascidos promovido por Herodes, na tentativa de eliminar o menino nascido em Belém, que diziam ser o Messias. Foi catalogada erroneamente como sendo do pintor flamengo Jan Van den Hoecke no século XVIII. Em 1.923, herdada por uma austríaca foi entregue a um mosteiro. Na tentativa de vender um quadro para a casa de leilões Sotheby's, um senhor mostrou também a foto do quadro de sua tia de quase 90 anos. Um avaliador da casa de leilões segue até o mosteiro para ver a obra. Descobre tratar-se de uma tela, do também flamengo, porém muito mais famoso: Peter Paul Rubens, um dos maiores mestres da pintura. Levada a leilão, foi arrematada por US$76,7 milhões, sendo a 3ª tela mais cara do mundo. Só perde para Au Molin de Lá Galette de Renoir (US$ 78,1 mulhões) e do até então imbatível Retrato do Doutror Gachet de Van Gogh (US$ 82,5 milhões). O preço atingido pela tela foi surpreendente, pois até então apenas obras de impressionistas e modernistas tinahm alcançados de US$50 milhões de dólares. A obra, acredita-se, deve ter sido pintada por volta de 1.610. O arremate foi feito por um comprador anônimo, que se comunicava por celular com o verdadeiro comprador. sarinha/orkut amada arte

3 comentários:

Georgina disse...

Amei a publicação deste tópico da comunidade e já avisei a todos para apreciarem. Obrigada, amigo!
Georgina

Georgina disse...

Rudinei, o novo layout ficou muiiito maneiro! Adorei! Georgina

SAM disse...

Rudinei.

Obrigada por publicar mais uma colaboração da comunidade Amada Arte da amiga Georgina. Abraço amigo

Sarinha