terça-feira, 4 de novembro de 2008

POEMETO PARA EVERI CARRARA


Poemeto para Everi Carrara:
Clevane Pessoa

Cavaleiro andante
das muitas frentes de batalha:
continue a lutar
contra os moinhos de vento.
Na campana, estende-se o trigal
de suas ações incontáveis,
após a semeadura.
E é dele que o pão virá,
de farta messe.

Abrs;CLEVANE PESSOA/ belo horizonte-MG

2 comentários:

Talma disse...

Parabéns Clevane;
lindas palavras à uma pessoa maravilhosa e merecedora das tais!
Obrigada Everi por ser assim...








e eis que o quê semeia , saiu a semear...

Anônimo disse...

O poemeto ficou uma maravilha!
Lindo mesmo.
Parabéns ao dois poetas.
Beijos!!
Malu