quinta-feira, 8 de outubro de 2009

EFIGENIA COUTINHO


Natureza
Efigênia Coutinho


Natureza tens o sonho da Eternidade
Lá longe, onde o clarão do sol acende
Imenso e constante astro, que depende
A natureza com toda sua imensidade.


Faustoso embelezamento da humanidade
Estes que te agridem, e que te ofende
Suplica o coração, que o sonho se rende
Envia, Anjos, Arcanjos com solidariedade.



Oprimida, flagelada toda a natureza
Em coro, clama, definhando implora
Por sentimentos de realeza e nobreza.



Natureza,tua beleza, ninguém ignora
Minha mais pura oblata, de ti carece
Ousando sublimar-te, me enobrece.


Outubro 2009
Balneário Camboriú

Um comentário:

virgínia vicamf além mar disse...

Poetisa Efigenia semeando consciencia em sublime Soneto,
tanges o universo angelical alcança em versos e tbém os corações humanos,
parabéns !
dmiração,carinhoso e grato abraço